Cartaxo diz que medidas rígidas são última etapa antes de retorno gradual das atividades em João Pessoa

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, afirmou que a ação integrada de ampliação das medidas de isolamento social, que serão implementadas na Capital e em outros sete municípios da Grande João Pessoa a partir da próxima semana, é a última etapa do plano de contingência no combate ao novo coronavírus antes da previsão de retorno gradual das atividades.

Com maior rigidez nas medidas restritivas para a circulação de pessoas e veículos nestas cidades, o objetivo é conter ainda mais a propagação do vírus, com a ampliação do isolamento social e a redução na ocupação da rede hospitalar, que vem recebendo novos leitos. O plano foi definido durante reunião com o governador do Estado, envolvendo também os municípios de Bayeux, Santa Rita, Cabedelo, Conde, Caaporã, Alhandra e Pitimbu.

“Para reverter a curva ascendente dos casos da Covid-19, temos que primeiro achatar o seu crescimento. Isso depende de cada um de nós. Mais do que compreensão da gravidade do problema, precisamos de atitude. Só com um isolamento social mais rígido, por um período previsto de duas semanas, podemos alcançar os resultados necessários. Para, enfim, darmos início à retomada gradual das atividades econômicas. Todos sabemos que o vírus não tem idade, sexo, classe social, nem vê fronteiras. Então temos que estar juntos nessa guerra, agora numa ação metropolitana inédita”, afirmou o prefeito.

Segundo Luciano Cartaxo, a taxa de ocupação na rede de saúde preparada para o atendimento de Covid-19 chega a 86% na Grande João Pessoa.

Conforme explicou Luciano Cartaxo, entre as novas medidas, serão feitas fiscalizações diárias nas entradas e saídas destes oito municípios com apoios da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal, Secretaria de Desenvolvimento Urbano e outras secretarias das estruturas do Estado e prefeituras. O gestor indicou que não haverá rodízio, mas que a fiscalização e o controle da circulação nas cidades serão intensificados. Até quarta-feira (4), por exemplo, a Prefeitura de João Pessoa realizará um trabalho educativo e de conscientização junto à população sobre as novas medidas.

Luciano Cartaxo ainda esclareceu que serviços essenciais continuarão funcionando e que a ida da população a bancos, padarias e supermercados, continuará permitida. “Queremos tranquilizar a população de que não estamos decretando lockdown. Estamos finalizando os detalhes para que esse planejamento seja posto em prática nos próximos dias e seja detalhado conjuntamente para toda a população o quanto antes. Um passo precisa ser dado de cada vez e o condicionante para conquistarmos a possibilidade de dar reinício à normalidade, ou iniciar uma nova normalidade, é justamente o resultado do que fizermos juntos agora”, afirmou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.