Cartaxo dá ultimato, aguarda vice até semana que vem e já admite desistir

O vice-governador da Paraíba, Luciano Cartaxo (PT), compareceu hoje ao evento de lançamento da pré-candidatura de Wilson Santiago (PMDB) ao Senado, mas não escondeu sua mágoa com a indefinição do PMDB quanto à sua postulação para continuar na chapa majoritária ao lado de José Maranhão (PMDB). Em entrevista ao Parlamentopb, Luciano disse que não pode esperar mais que até a semana que vem e admitiu que pode ser candidato a deputado estadual por causa da ausência de resposta do governador à solicitação que é ratificada por seu partido.

– Já colocamos isso para o governador e para o PT. Até a próxima semana, nós precisamos de uma definição. Estamos a mais de 20 dias da última decisão do PT que foi a decisão da maior instância do partido, que é seu encontro estadual. Não houve sequer uma reunião para encaminhar a resolução que foi tirada. Não basta somente ter resolução, mas encaminha-la, discutir com o pré-candidato, com a comissão. Nesses 20 dias, Rodrigo não fez uma reunião. Ele não está priorizando esta questão. Como presidente, ele tem a obrigação de encaminhar as resoluções aprovadas pela base. Está havendo um hiato muito grande.

No caso de seu pedido por resposta não vingar, Cartaxo deixou claro que vai optar pela disputa de uma vaga na Assembleia Legislativa:

– A nossa decisão está tomada. Esperamos até a próxima semana porque entendemos que precisamos de uma definição sobre minha presença na chapa. Se não houver, precisamos de outro plano. Não vamos esperar até junho. Se não houver até a semana que vem, teremos outra alternativa que será a disputa no campo proporcional. Não há outra alternativa.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.