Cartaxo dá reajuste de 10% para servidores da Semob-JP

Dando sequência ao programa de valorização do servidor, que já garantiu aumento salarial para os professores este ano, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, concedeu, nesta sexta-feira (9), um reajuste de 10% para os servidores efetivos da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP). Com a medida, os servidores da autarquia tiveram um aumento real na sua remuneração, bem como o compromisso do prefeito Luciano Cartaxo em fazer uma revisão no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) do órgão.

O aumento foi concedido após reuniões do sindicato dos agentes de mobilidade e associação dos servidores da Semob-JP com a direção da autarquia e o prefeito Luciano Cartaxo. “Estamos investindo muito em novos caminhos para João Pessoa, com investimentos importantes como a Nova Beira Rio e o programa Ação Asfalto, que já asfaltou ou pavimentou mais de 60 ruas em toda a cidade. Essas ações passam pela valorização dos nossos servidores, sendo os agentes de mobilidade, principais responsáveis pela fiscalização e ordenamento do trânsito da cidade”, disse o prefeito, que foi homenageado pela categoria no fim do ano passado, durante a entrega de novos fardamentos. “O aumento chega em boa hora, reconhecendo o esforço desses profissionais na segurança do trânsito da cidade”, argumentou o superintende da Semob-JP, Adalberto Araújo.

Valorização – O aumento concedido aos servidores da Semob-JP integra o programa de Valorização do Servidor do Município. “Mesmo em um cenário de crise, a Prefeitura de João Pessoa tem feito mais do que o dever de casa, pagando salários em dia. Antecipamos, por cinco anos consecutivos, a primeira parcela do décimo-terceiro salário e premiamos servidores de áreas como saúde e educação”, disse o secretário de administração Roberto Wagner. Em cinco anos, mais de 2.500 profissionais foram convocados por concurso público e novos editais foram abertos com seleções em áreas como a Controladoria Municipal, Instituto da Previdência (IPM) e para as Secretarias de Saúde e Desenvolvimento Urbano.

Comentários