Cartaxo critica inauguração do Trauma de CG: “Foi um constrangimento”

O deputado estadual Luciano Cartaxo (PT) criticou hoje a solenidade coordenada ontem pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) de inaguração do Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes. O ponto central citado na queixa do petista foi o fato de o ex-governador José Maranhão (PMDB) ter inaugurado a obra no ano passado.

"Foram duas inaugurações. Não cabe mais fazer esse tipo de pirotecnia. O hospital já tinha sido inaugurado. Começou com Cássio Cunha Lima que deu uma adiantada boa. Maranhão concluiu e cabia apenas a Ricardo Coutinho fazer a capacitação dos profissionais e botar para funcionar. O governador atual não pintou uma parede, mas queria ter o nome dele na obra. É importante botar o hospital para funcionar, mas o treinamento e a capacitação demorariam no máximo 60 dias. Ao invés disso, passaram seis meses para tentar dar a impressão à sociedade que o governo atual fez alguma coisa. Fez apenas zoada e factóide. Isso não é bom para a Paraíba. Uma placa de Maranhão fica ao lado da outra, de Ricardo. É um constrangimento ao cidadão paraibano. O Governo precisa começar a pensar porque até agora não conseguiu olhar para a frente", disse Cartaxo em entrevista à CBN João Pessoa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.