Cartaxo consegue apoio para sub-sede da Copa e Centro de Convenções

O vice-governador da Paraíba, Luciano Cartaxo, se reuniu, no final da manhã de hoje, com o ministro do turismo, Luiz Barretto, em Brasília. Na audiência, o ministro se comprometeu a apoiar o Governo do Estado no projeto que permite que João Pessoa seja uma das sub-sedes da Copa de 2014. O projeto implica na elaboração de vários destinos turísticos paraibanos e contempla um roteiro integrado com Pernambuco e Rio Grande do Norte, alem de uma aproximação efetiva do Governo Federal com os governos da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

“O fundamental é que com a garantia do Governo Federal a partir do compromisso do ministro do turismo, podemos, então, estabelecer um diálogo com diversos setores da sociedade a exemplo do trade turístico, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), da Federação Paraibana de Futebol (FPF) e da Prefeitura Municipal de João Pessoa. O objetivo é garantirmos a condição de sub-sede para o nosso Estado, com a presença de uma ou duas seleções e o mais importante: atrair cada vez mais o turista que estará acompanhando a Copa no Nordeste”, afirmou

Centro de Convenções – Outro tema abordado abordado foi o Centro de Convenções de João Pessoa que tem recursos de R$ 10,7 milhoes. “O Centro de Convenções é um equipamento fundamental para o incremento do turismo de eventos, além de ser um investimento importante no projeto da sub-sede da copa de 2014. O ministro assegurou que, a partir do dia 30 de agosto, os recursos estarão disponíveis para a autorização da ordem de serviço”, revelou Luciano.

Folia de Rua – Durante a audiência, o vice-governador conseguiu do ministro do turismo o compromisso na liberação de R$ 300 mil para o Folia de Rua, prévia carnavalesca da Capital. Cartaxo informou que o montante liberado poderá ser ainda maior e disse que se reunirá com o presidente do Folia de Rua, Clovis Júnior, para acelerar a apresentação do projeto junto ao Ministério. “Esse valor já está garantido, mas, se houver alguma emenda parlamentar, ele pode ser ainda maior”, declarou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.