Carreata neste sábado em João Pessoa pedirá impeachment de Bolsonaro

A insatisfação de parte substancial da população com a maneira pela qual o governo federal trata a pandemia do novo coronavírus motivou a convocação de uma série de atos que pedem o impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro, neste sábado, 23. Em João Pessoa, a carreata será realizada a partir das 14 horas com concentração na Praça da Independência de onde sai às 15h, descendo a Epitácio Pessoa, Ruy Carneiro e terminando no Largo da Gameleira, em Tambaú.

A carreata denuncia crimes de responsabilidade atribuídos ao presidente nos últimos dois anos, principalmente na pandemia, na qual 210 mil brasileiros morreram. A crise em Manaus, a falta de oxigênio e os ataques à democracia também estão entre os motivos para o pedido de impeachment.

Diversas entidades integram a organização do protesto. Entre elas estão o PT, AMB, PCdoB, UBM, Movimento dos Policiais Antifascistas, CUT, PSOL, Sintespe, PSB, Mandato de Estela, Sindicato dos Correios, Levante Popular da Juventude e ADUFPB. A coordenação do evento adianta que o ato é suprapartidário e aberto a todos os movimentos que compartilhem do objetivo de impedir Bolsonaro, independentemente da orientação ideológica, e pede que todos levem bandeiras, seja dos partidos, dos movimentos, da Paraíba e, sobretudo, do Brasil.

Lourdes Meira, dirigente do PCdo B e da UBM na Paraíba destaca: “O objetivo da carreata é o Fora Bolsonaro, e diante dessa situação toda que nós estamos vivendo, principalmente da pandemia, o descaso, e vejo que praticamente estamos sem vacina, e o que chegou agora foi muito pouco. Ele criou problemas com a China, com a Índia, e essas nações deram prioridade a outros países, talvez em represália a atitude do do Governo brasileiro. O abandono, o Brasil sem projeto nenhum, o desemprego, tirou o auxílio emergencial, ninguém sabe agora como vai ser esse ano, o povo todo sem emprego, sem auxílio, é uma situação caótica”.

Para Tião Santos, da Cut-PB a carreata tem o objetivo de pressionar o presidente da Câmara e do Congresso, para que paute, em caráter de urgência, o impeachment. “Temos diversos pedidos lá e eles tão sentados em cima. Queremos colocar em pauta, a sociedade, nós trabalhadores, pressionar para esse impeachment. E também a questão da vacinação, que não pode ser apenas para um pequeno grupo, a gente quer que a vacina chegue para todos. E também a questão econômica do Governo Federal, no sentido de não aguentar mais o aumento abusivo da gasolina, do diesel e do gás de cozinha”

 

com Brasil de Fato

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.