Campanha Ficha Limpa termina segunda com adesão de apenas sete políticos

A Campanha Ficha Limpa, promovida pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), termina na próxima segunda-feira, 31. A iniciativa pretende evitar que políticos com condenações por crimes graves não tenham inscrição de candidaturas permitida pelos tribunais regionais eleitorais. O abaixo-assinado que corre em todo o país necessita mais de 1 milhão de assinaturas. Na Paraíba, a meta era conseguir 26 mil assinaturas, mas o presidente do Fórum Paraibano de Combate à Corrupção (Focco), Rainério Rodrigues Leite, revelou ao Parlamentopb que esse número já deve ter sido superado. É que a última contagem, realizada em 25 de julho, contabilizava 21 mil assinaturas, o que correspondia a 80,77% da meta a ser atingida no estado.

Rainério, contudo, revelou um dado curioso. Dos 21 mil paraibanos que apóiam a campanha, apenas cinco políticos com mandato se engajaram e divulgaram seu posicionamento de maneira pública. Apesar do presidente do Focco não ter revelado os nomes, o Parlamentopb apurou que são os deputados estaduais Branco Mendes (DEM) e Raniery Paulino (PMDB); além dos vereadores Geraldo Amorim (PDT), Ubiratan Pereira (PSB) e Sérgio da SAC (PRP), bem como a suplente de vereadora Paula Frassinete (PSB) e o de deputado Biu Fernandes (DEM).

Segundo o Focco, foram colhidas 1,3 mil assinaturas apenas no primeiro dia de mobilização na capital. No total já contabilizado, já foram coletadas em João Pessoa 10.325 assinaturas, número que representa mais de 2% do eleitorado da capital. Como a meta é atingir 1% do eleitorado da Paraíba, ou seja, 26 mil eleitores, ainda faltavam cinco mil assinaturas.

Os paraibanos podem aderir à campanha nos pontos de coleta de assinaturas disponíveis no site do Focco (www.foccopb.gov.br). Também é possível acessar o site do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) (http://www.lei9840.org.br/) para maiores informações e obtenção do formulário de assinaturas.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.