Caminhada pelo fim da violência marca Dia Internacional da Mulher em Patos

Na manhã desta quinta-feira, dia 8 de Março, diversas entidades do município, tais como: associações, sindicatos, igrejas e escolas, uniram-se numa caminhada alusiva ao Dia Internacional da Mulher. A caminhada partiu da Praça Edvaldo Mota e passou pelas principais ruas do Centro da cidade, com paradas na igreja Catedral de Nossa Senhora Da guia e  Prefeitura Municipal, com a conclusão do percurso na Praça Getúlio Vargas.

A secretária executiva da Mulher, Samira Medeiros, disse que a caminhada simboliza a luta da violência contra a mulher e a busca pelos seus direitos. “Nós estamos aqui reivindicando não somente a diminuição dos índices da violência contra a Mulher, mas que todas as mulheres possam, através de suas conquistas, buscar tudo aquilo que for de seu direito e tudo aquilo que ela queira”, destacou Samira Medeiros.

O bispo da Diocese de Patos, Dom Eraldo Bispo da Silva, também falou sobre a importância do evento e chamou atenção da sociedade sobre a questão da violência sofrida pelas mulheres, tendo em vista que a Igreja Católica tem como tema da Campanha da Fraternidade de 2018 a “Superação da Violência”.

“É um dia importante não somente para parabenizar as mulheres, mas também para conscientizar a sociedade sobre a violência sofrida por elas. A mulher hoje ainda é vítima de muita violência e nós ainda temos um alto índice de violência contra a mulher, sobretudo, quando essas mulheres fazem parte das classes sociais mais vulneráveis”, disse Dom Eraldo.

Durante todo o mês de março, serão desenvolvidas atividades em homenagens ao Mês da Mulher, com ações envolvendo: saúde, educação e assistência social, que acontecerão nos CRAS, CREAS, Unidades Básicas de Saúde e escolas públicas.

Comentários