Câmara vai debater consumo indiscriminado de álcool na capital

Acreditando na redução dos índices de violência na cidade caso o consumo de bebida alcoólica em eventos culturais e desportivos seja limitado, o vereador Evandro Sérgio (PRP) levará essa discussão para o plenário da Casa de Napoleão Laureano, na próxima quarta-feira (19), às 15h00. Na oportunidade, Sérgio discutirá com a sociedade paraibana mecanismos que diminuam esses índices na capital. Além do debate, o parlamentar vai propor a elaboração de um projeto para conscientização das pessoas sobre as implicações do consumo do álcool.

Anunciada pela primeira vez durante um pronunciamento do parlamentar na tribuna da Casa Legislativa, na manhã do dia 20 de outubro, a idéia causou certa polêmica por prever, inicialmente, uma restrição ao consumo da bebida alcoólica em eventos culturais na cidade. Porém, após explicações de que não pretendia proibir o consumo da bebida e sim provocar um debate sobre o tema para que o álcool passe a ser encarado com maior importância, como o cigarro e outras drogas combatidas hoje, o vereador marcou a discussão com diversos segmentos da sociedade, inclusive representantes das áreas cultural e desportista. Para Sérgio, o debate será o ponta pé inicial para a conscientização dos malefícios causados pelo álcool.

“Nunca quis proibir o consumo de bebida alcoólica. Minha intenção é provocar uma discussão para a problemática do álcool, que é o maior causador de mortes no mundo e não pode continuar sendo banalizado pela mídia, pelas famílias e, principalmente pelo poder público”, explicou Sérgio. Para ele, a bebida ainda vem sendo tratada de forma banalizada, quando na realidade, é ela a causadora de diversos males à sociedade. “Só falam nas drogas ilícitas como um dos fatores que motivam a violência, mas não se preocupam com o álcool, que é o grande causador de acidentes de trânsito, mortes e violência”, disse Sérgio, lembrando também que o consumo da bebida, principalmente, entre os jovens, pode ser a porta de entrada para outras drogas.
 
“Vou abrir o debate porque quero ouvir o que pensa a sociedade sobre o tema e, a partir daí, vamos elaborar um projeto para contribuir de forma efetiva na redução do consumo indiscriminado do álcool, principalmente, entre os jovens”, disse Sérgio. Durante a sessão o parlamentar citará exemplos de cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo que proibiram o consumo do alcool nos estádios de futebol com a finalidade de diminuir a violência nas arquibancadas. Além disso, lembrará a lei que inclui na grade do currículo escolar da rede municipal de ensino uma disciplina de combate às drogas, sancionada durante o governo do ex-prefeito Carlos Mangueira (PMDB), em 1990 e que não é cumprida pelo município até hoje.

Entre os convidados para a sessão especial estão à procuradora Janete Ismael da Costa; o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho; Diretor Executivo da Funjope, Chico Cézar; a Secretária de Educação e Cultura do município, Ariane Norma; Secretária de Saúde do município, Roseane Maria Barbosa; o desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, Luiz Silvo Ramalho, Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, Júlio Paulo Neto; o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Land Seixas, o  Comandante Getúlio de Macedo Filho, do 5° Batalhão da Polícia Militar, além de representantes  dos alcoólicos anônimos (AA), dependentes químicos em tratamento no CAPS e representantes de casas de shows e clubes de João Pessoa.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.