Câmara entrega Título de Cidadão Pessoense ao ex-jogador Zico

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) homenageará o ex-jogador de futebol Zico, concedendo-lhe o "Título de Cidadão Pessoense”. A entrega da honraria, de iniciativa do vereador Tavinho Santos (PTB), acontecerá neste domingo (15), ao meio-dia, durante um almoço no Ginásio do Esporte Clube Cabo Branco, na Capital paraibana.
 
“A homenagem ao jogador se deve ao fato dele ter escolhido João Pessoa para ser a primeira cidade da Região Nordeste a abrigar o projeto social desenvolvido pelo ex-atleta”, justifica Tavinho Santos, ressaltando que a iniciativa de Zico dá uma grande importância à Capital paraibana.
 
Zico, que marcou época no Flamengo do Rio de Janeiro, na Seleção Brasileira e em clubes do Japão e Itália, vem a João Pessoa participar do jogo entre a Seleção Máster do Flamengo contra um selecionado de veteranos de atletas que jogaram nos principais clubes da Paraíba. A partida terá início às 9h, no Estádio Almeidão.
 
Já estão confirmados, além de Zico, o ex-goleiro Cantarelli, titular do time no final dos anos 70 e trabalhou na comissão técnica da seleção do Japão que disputou a Copa de 2006, na Alemanha, no qual tinha Zico como técnico.
 
Do elenco paraibano, os nomes em destaques são o ex-goleiro Pedrinho, campeão paraibano pelo Botafogo em 1988, os ex-atletas Chico Matemático, Silvinho, Washington Lobo, Washington Luiz, Pinto, Rui, Ramiro e Carlos Roberto.
 
Projeto social
 
Após a partida, acontecerá o almoço no Ginásio do Esporte Clube Cabo Branco, quando Zico receberá a homenagem da CMJP. Logo após a cerimônia, Zico concederá entrevista coletiva falando sobre a implantação do “Projeto Golaço Social Escola Zico 10” na Paraíba.
 
O “Projeto Golaço Social”, iniciativa do Centro de Futebol Zico (CFZ), chega à Paraíba com objetivo de facilitar e potencializar as oportunidades de desenvolvimento por meio da inclusão social através da prática do futebol.
 
O programa de esportes do CFZ atua sob duas óticas: a difusão do esporte e a formação de uma juventude sadia. O investimento do Centro é feito por meio de suas “Escolas Zico 10”, apostando nos jovens mais talentosos nas equipes de base e reunindo alguns dos melhores atletas em seu time profissional.
 
Tendo como princípio a inclusão social, as ações do programa envolvem educação, saúde e bem-estar. A única exigência é que as crianças estejam devidamente matriculadas e freqüentando o ensino formal.
 
No centro de treinamento, as crianças atendidas recebem assistência médica e pedagógica (nutrição, odontologia, psicologia, informática e acompanhamento escolar), além do treinamento físico (avaliação física, exames clínicos, fisioterapia, condicionamento e musculação).
 
Atualmente, o projeto conta com 200 “Escolas Zico 10” de futebol e três centros de treinamento (Rio, Brasília e Santa Catarina) em operação, atendendo a cerca de 20 mil jovens em 16 estados do Brasil. O objetivo é ampliar para mil o número de “Escolas Zico 10” de futebol em todo o país, atendendo cerca de 100 crianças por escola. A meta é construir um Centro de Treinamento em cada região do país. Existem hoje um no Centro-Oeste (Brasília), um no Sudeste (Rio de Janeiro), um no Sul (Imbituba-SC) e os próximos investimentos serão um no Norte e um no Nordeste.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.