Câmara aprova relatório de CPI contra prefeita de Bonito de Santa Fé

A Câmara Municipal de Bonito de Santa Fé, aprovou por 6 votos contra 3, o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apurava possíveis irregularidades na administração da prefeita Aldery Caju (PMDB). A aprovação se deu na sessão da última sexta-feira, 27.

Conforme o relatório, os vereadores disseram ter constatado a falsificação de assinaturas em cheques da edilidade pública, além de licitações fraudulentas, favorecendo empresas de pessoas aliadas da prefeita, como também contratações irregulares.

A Câmara Municipal de Bonito de Santa Fé, optou pelo voto secreto para o relatório da CPI, consequentemente, permitindo o voto do presidente. A matéria precisava de 2/3 para ser aprovada, sendo conquistado, já que seis vereadores votaram favoráveis à aprovação do relatório.

A decisão do legislativo provocou o pedido de licença por um período de 30 dias por parte da prefeita Aldery Caju, que apresentou um pedido de afastamento para tratamento de saúde, assumindo o cargo temporariamente o vice-prefeito James Araruna (PR).

A Câmara entrará na Justiça, com um processo de improbidade administrativa contra a prefeita Aldery Caju, podendo nos próximos dias pedir a cassação da chefe do executivo bonitense.

Aldery foi eleita surpreendentemente derrotando a oligarquia que já comandava o município por vários anos, tendo sido taxada de "zebra". Durante os primeiros 11 meses de sua administração, tem enfrentado uma forte oposição e não conseguiu dialogar com os adversários para facilitar suas ações administrativas.

Diário do Sertão

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.