Câmara aprova proposta de Hugo Motta e saque anual do FGTS sobe para R$ 998

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória 889/19, que muda as regras de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O texto foi aprovado na forma de um projeto de lei de conversão e seguirá para o Senado.

A medida institui a modalidade de saque-aniversário, pela qual o trabalhador pode fazer uso de parte do dinheiro a cada ano, independentemente de eventos como demissão ou financiamento da casa própria.

O texto aprovado, de autoria do deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), muda vários pontos da legislação do fundo e aumenta de R$ 500 para R$ 998 o valor de saque único autorizado pela MP.

Câmara aprova proposta de Hugo Motta e saque anual do FGTS sobe para R$ 998

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.