Caius, Levi e Zeca disputam indicação para desembargador do TJ-PB

O Pleno do Tribunal de Justiça escolheu hoje, em votação secreta, a lista tríplice da qual será nomeado o novo desembargador da Paraíba. O advogado Caius Marcellus teve 16 votos, José Ricardo Porto ficou com 14 votos, enquanto Levi Borges e Francisco Freire empataram. No desempate, Levi conseguiu 9 votos, contra 8 de Francisco Freire. Ontem, a Associação dos Magistrados havia emitido uma nota pública defendendo o voto aberto na escolha, mas a tese não foi atendida pelos desembargadores.

Antes de começar a votação, os desembargadores discutiram sobre a natureza do voto e por 16 votos a 1 decidiram elaborar a lista tríplice através de voto secreto. Dos 19 desembargadores, somente Manoel Monteiro foi a favor da eleição aberta. Sobre o assunto o presidente Luiz Sílvio Ramalho não votou e dois desembargadores faltaram à sessão.

Cada desembargador teve direito a escolher três nomes entre os encaminhados na lista sêxtupla da OAB, composta ainda por Chico Freire (8 votos), Elson  Carvalho (3 votos), Celeida Queiroz (2 votos).

Nos bastidores, o favoritismo de José Ricardo Porto é comentado. Ligado ao governador José Maranhão, ele deixou a secretaria-chefe da Casa Civil para dedicar-se à campanha de desembargador e deve ser confirmado para o cargo pelo chefe do executivo, que tem 20 dias para anunciar quem será o novo membro do Tribunal de Justiça da Paraíba.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.