Cadastro de novas contas de funcionários do Estado é prorrogado até quinta

O cadastro de contas dos servidores públicos estaduais no Banco do Brasil deve ser prorrogado em um dia. O prazo que terminaria amanhã pode ser ampliado para a quinta-feira, 17, de acordo com informações dadas pelo Secretário chefe da Casa Civil, Marcelo Weick, durante entrevista ao Bom Dia Paraíba, da TV Cabo Branco. Weick disse que cerca de 60% dos funcionários públicos estaduais já teriam sido atendidos pelo banco e que a ampliação do prazo serviria para os retardatários, aqueles servidores que perderam o prazo estipulado para a abertura das contas nas quais vão receber o décimo-terceiro salário, que começa a ser pago no dia 18.

Enquanto isso, longas filas continuam sendo registradas no Espaço Cultural, em João Pessoa; e na AABB, em Campina Grande. Para receber o atendimento e cadastrar sua conta, o servidor tem que passar, em média, duas horas esperando. O Banco do Brasil decidiu distribuir água para os novos clientes e pôs um trio de forró para entreter os servidores públicos estaduais.

Os funcionários estaduais que já têm conta no Banco do Brasil não precisam fazer o cadastro. Os salários serão depositados direto nas contas, desde que ela seja corrente, não tenha dívidas vencidas há mais de 180 dias e nem esteja sem movimentação há mais de seis meses.

Clique aqui para consultar a lista de servidores da administração direta e indireta que recebiam pelo Banco Real e já tinham contas ativas no Banco do Brasil.

Calendário do cadastro

DIA 11: servidores com as iniciais A, B, C e D
DIA 12: servidores com as iniciais E, F, G e H
DIA 13: I, J, K e L
DIA 14: M
DIA 15: N, O, P, Q, R, S e T
DIA 16: U, V, W, X, Y e Z

O horário de atendimento é das 7h às 20h.

Os locais para o cadastramento são os seguintes: em João Pessoa, no Espaço Cultural José Lins do Rego; em Campina Grande, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB); nas cidades de Guarabira, Patos, Sousa e Cajazeiras os servidores estaduais farão o cadastro nas agências do Banco do Brasil.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.