Branco Mendes dá como certa a vitória de Ricardo Marcelo

O deputado estadual Branco Mendes (DEM) demonstrou confiança na tese de reeleição do presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Marcelo (PSDB), no pleito que vai ser realizado nesta terça-feira, 1º de fevereiro. Apesar de ser do partido de Lindolfo Pires, adversário de Marcelo, Branco disse acreditar na consolidação da reeleição do tucano e negou que haja alguma articulação nos bastidores para surpreender os aliados do presidente da Assembleia depois de amanhã. O que se especula é que os governistas estariam tentando atrair a adesão dos peemedebistas para reverter o favoritismo de Marcelo:

– Eu não tenho conhecimento disso. Quem responde pelo PMDB são os deputados do partido. Se há esse rumor, essas conversas de bastidores, eu não tenho conhecimento. Só os deputados do PMDB podem responder. Creio que não há reversão porque Ricardo Marcelo tem um entendimento bom com o governo. Ele já demonstrou a boa vontade de dar apoio ao governador Ricardo Coutinho e com certeza vai unificar não apenas os parlamentares, mas ter um bom entendimento com o executivo estadual.

Ao contrário do que foi manifestado pelo presidente do PSL da Paraíba, Tião Gomes, Branco não acredita na possibilidade de ingerência do governador no pleito para a mesa diretora da Assembleia. Enquanto Branco diz que o presidente do legislativo é o candidato da paz e que não criaria problemas para o governador, para Tião, a entrada de Ricardo Coutinho na campanha do parlamentar de Sousa seria a única chance de Lindolfo Pires vencer a eleição:

– Nós assistimos no dia a dia, o governador dizer que não vai interferir no processo de escolha da mesa diretora da Casa de Epitácio Pessoa. Ele quer apenas um bom entendimento e é para isso que marchamos.

Finalmente, Branco comentou que a decisão do bloco do DEM de se compor com Ricardo Marcelo foi comunicada ao presidente do diretório do partido, Efraim Morais, com antecedência. Para ele, não há como reverter a decisão da maioria, que rejeitou a postulação do colega Lindolfo Pires.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.