Branco Mendes aconselha Lindolfo Pires a desistir de concorrer

 O deputado estadual Branco Mendes (DEM) contou ao Parlamentopb o motivo pelo qual ele e os demais parlamentares da bancada – Domiciano Cabral, João Henrique e José Aldemir – decidiram anunciar ontem o apoio à reeleição de Ricardo Marcelo (PSDB) para presidente da Assembleia, rejeitando a postulação do colega Lindolfo Pires. Segundo Branco, o princípio da rotatividade nos cargos e o bom trabalho do tucano foram preponderantes para a decisão.

 
– É Uma decisão da maioria da bancada pelo trabalho que o presidente Marcelo vem fazendo como presidente, pelos grandes trabalhos em desenvolvimento na Assembleia, de ouvir os deputados, dialogar com a sociedade, creio que o deputado vem hoje fazendo um trabalho que chama a atenção e nesse grande entendimento a maioria da bancada dos Democratas resolveu voltar na reeleição do presidenciável Ricardo Marcelo.
 
Branco Mendes disse ainda que não acha contraditório a bancada dos Democratas não apoiar Lindolfo Pires para presidência da Casa. Ele defendeu o colega, disse que não tem nada contra o deputado, mas que essa não é a vez dele. 
 
– Cada parlamentar tem o direito de concorrer a qualquer cargo, eu tenho maior respeito e admiração por Lindolfo Pires, mas agora eu acho que não era a vez dele, ele já foi votado por nós dos Democratas duas vezes para a primeira secretaria da Casa e eu acho que agora chega a vez também da nossa bancada de fazer aquele rodízio de representar bancada na Mesa Diretora, mas nada contra o deputado. 
 
Quando perguntado se o ex-senador Efraim Morais havia feito algum pedido para que ele votasse em Lindolfo Pires, Branco disse que Efraim deixou sua bancada livre. 
 
– Efraim Morais sempre deixou a bancada livre para dialogar, tomar as decisões que bem entender. É uma eleição de um poder que para qualquer homem público entrar numa eleição dessa não é fácil e ele deu carta branca para que nós tivéssemos a liberdade de escolher o nosso presidente.
 
Por fim, Branco demonstrou acreditar na vitória fácil do deputado, “Ricardo Marcelo tem uma grande maioria dos 36 parlamentares que compõem a Casa Epitácio Pessoa, e eu acho que a vitória está, praticamente, selada”.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.