Biu Ramos afirma que homenagem da AETC é a maior que poderia receber

“Esse é o maior prêmio que poderia receber na minha vida, porque é um prêmio essencialmente vinculado a minha profissão, à qual me dediquei de corpo, alma e coração. E o mais importante é que não se trata de nenhuma premiação pecuniária, mas um galardão concedido tão somente pelo reconhecimento ao êxito de uma missão tão gratificante quanto espinhosa, porém sempre fiel aos princípios e ideais que sempre abracei e defendi”. Essa afirmativa foi feita ontem (25), pelo jornalista Biu Ramos, o patrono do Prêmio AETC-JP de Jornalismo deste ano, para uma platéia de colegas de profissão, autoridades, familiares  e amigos que participaram da solenidade de lançamento do concurso, realizada na sede Associação Paraibana de Imprensa (API).

A solenidade de lançamento do prêmio foi conduzida pela presidente da API, Marcela Sitônio e pelo diretor-executivo da AETC-JP, Mário Tourinho. Após a formação da mesa e de dar às boas vindas aos colegas e autoridades, ressaltando sua satisfação de ver a entidade sendo novamente prestigiada com o auditório lotado, Marcela falou da importância da iniciativa da AETC e da disposição de integrar o júri que vai escolher os melhores trabalhos inscritos no prêmio. “Quero parabenizar a Associação pela iniciativa que estimula a produção jornalística local e reconhece o esforço e o talento dos profissionais paraibanos”, disse Marcela.

Em seguida, todos fizeram uma homenagem póstuma, com um minuto de silêncio, em memória do jornalista Jacinto Barbosa, falecido este ano e que além de ser um entusiasta do concurso, participou do júri em anos anteriores. Antes de apresentar as novidades do concurso, Mário Tourinho leu alguns textos, uns recentes, outros escritos nas décadas de 70,80 e 90, que destacavam, através de vários relatos, a atuação do jornalista Biu Ramos e sua importância para a imprensa paraibana. “Fiz questão de rememorar essas argumentações, apesar de Biu Ramos dispensar  apresentações, para que a atual geração de profissionais tenha a verdadeira dimensão da importância deste grande jornalista e entenda porque ele foi escolhido patrono do nosso concurso”, afirmou Mário.

Coube ainda ao diretor executivo da AETC divulgar detalhes do concurso deste ano. A grande novidade ficou por conta do aumento do valor da premiação que sofreu um reajuste em relação às edições anteriores. Este ano, os primeiros colocados receberão um prêmio no valor de R$ 2.700,00. Os segundos e terceiros lugares receberão, respectivamente, R$ 1.200,00 e R$ 600,00, totalizando R$ 21.500,00 destinados, exclusivamente à premiação dos ganhadores. “Sabemos que o aumento não foi tão grande, mas consideramos que a premiação em dinheiro, que representa cerca de 20% dos custos totais do concurso,  não é o que mais motiva o profissional a participar e sim a deferência de se destacar na solenidade de premiação que reúne cerca de 800 convidados em uma grande festa com orquestra, ornamentação, buffet requintado, jantar e bebidas à vontade”, argumentou Mário, lembrando que também por isso o concurso acabou sendo denominado  pela própria categoria concorrente como “O Oscar da Imprensa Paraibana”.

As categorias não mudaram em relação ao concurso anterior. Permanecem Jornalismo Impresso TEXTO e FOTO, INTERNET, RADIOJORNALISMO E TELEJORNALISMO. As inscrições estarão abertas a partir da próxima segunda-feira (28) e seguem até o dia 30 de outubro. O regulamento do prêmio estará disponível na sede da AETC, na Rua 13 de Maio, Centro, João Pessoa (PB) ou no site da entidade www.passelegal.com.br. As inscrições também podem ser feitas pelos correios, valendo a data limite de 30 de outubro para postagem. Pelos Correios ou de forma presencial, só serão aceitas inscrições com a ficha padrão do concurso que também pode ser adquirida na sede da AETC ou através de download  no site da entidade. Podem participar do concurso trabalhos publicados ou veiculados em empresas de comunicação da Paraíba, entre os dias 01 de novembro de 2008 a 30 de outubro deste ano, coincidentemente último dia da inscrição. Para se inscrever, o profissional tem que ter registro na DRT-PB e no sindicato da categoria.

Quase no final da solenidade, o jornalista Gonzaga Rodrigues, visivelmente emocionado, pediu a palavra para reverenciar Biu Ramos e fazer uma confidência. “Conheço Biu de longas datas, das lutas que travou como profissional e cidadão, superando todas as dificuldades que a vida lhe impôs e confesso aqui que ele deveria ter sido o homenageado de 2005, mas, quando entre os possíveis nomes surgiu o meu, por vaidade, agarrei a oportunidade  com medo de não ser mais escolhido”, disse Gonzaga.

O Concurso denominado o “Oscar da Imprensa Paraibana” é promovido pela AETC-JP e SINTUR-JP desde 2002 e conta, com o apoio da Empresa 1, do segmento de Bilhetagem Eletrônica, do Unipê e da empresa Rota Mídia Exterior. Além da premiação em dinheiro, os três primeiros lugares, de cada uma das cinco categorias concorrentes, ainda recebem um troféu assinado pelo artista plástico, Marcos Pinto.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.