Bira denuncia diretor do antigo IPEP por firmar convênios com sua clínica

O diretor superintendente do Instituto de Assistência à Saúde do Servidor do Estado, o antigo IPEP, Antônio Gualberto Viana Chianca, está sendo acusado de ter firmado dois convênios no valor de superior a R$ 278 mil com a clínica Tomocenter, do qual é sócio fundador. A denúncia foi feita pelo vereador Ubiratan Pereira, o Bira, (PSB) no final da manhã desta terça-feira (19), que adiantou que estará juntando a documentação para encaminhar a denúncia para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o Ministério Público Federal (MPF). 

De acordo com informações disponíveis no Sagres, em 2009 o Instituto de Assistência à Saúde do Servidor do Estado firmou convênio com o Tomocenter num valor de mais de R$ 157 mil e no ano de 2010 o instituto firmou outro de R$ 121 mil. Além do antigo IPEP, a secretaria de Saúde do Estado também realizou dois convênios com a Tomocenter um no ano de 2009 no valor de R$ 781.990,97 e este ano outro no valor de R$ 434.208,13. No total o governo do Estado firmou convênios na ordem de quase R$ 1,5 milhão com a Tomocenter.

O vereador Bira afirmou que é um absurdo o que está ocorrendo no governo do Estado chegando ao ponto do superintendente do Instituto de Assitência, que é o ordenador de despesas, assinar convênio e receber dinheiro do Estado para a sua clínica particular.

“Vamos acionar o Ministério Público e o TCE e queremos uma explicação do secretário de Saúde e o superintendente do antigo Ipep porque isso representa um grave problema de conflito de interesses que gera conduta vedada a qualquer administrador público. É uma atrocidade e um total desrespeito com o dinheiro público”, completou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.