Bernardino evita briga com Eliza e diz que ela tem grande contribuição ao PPS

O presidente do PPS da Paraíba, José Bernardino da Silva, retornou do Congresso Nacional da sigla, com uma postura mais diplomática em relação à vereadora Eliza Virgínia, com quem trocou farpas na imprensa a poucos dias. Bernardino – que chegou a dizer que a parlamentar deveria sofrer de problemas mentais quando questionou uma suposta articulação de Bernardino para ceder o apoio do PPS ao governador José Maranhão – atualmente prefere fazer elogios à vereadora:

"Eliza é uma vereadora que defende seus pontos de vista e tem todo direito de externa-los. Vamos continuar lidando com ela como com qualquer outro colega, que defende seus argumentos", disse ele. Sobre a briga travada com a vereadora, ele acrescentou: "Isso já é fato do passado. Não temos nada a censurar dentro do partido. Ela é jovem e tem grande contribuição a dar ao PPS".

Eliza Virgínia criticou publicamente o presidente de seu partido por causa de informações geradas a partir de um almoço mantido por Bernardino com o ex-deputado Gilvan Freire. Após o compromisso, setores da imprensa especularam a orquestração de uma eventual aproximação do PPS com José Maranhão. Em seu retorno à capital paraibana, depois do Congresso Nacional do PPS, Bernardino voltou a comentar o tema: "O evento superou nossas expectativas. Mais de 700 delegados compareceram. A orientação de Roberto Freire em conversa conosco foi a mesma: o partido vai fazer uma coligação que melhor convier para Governador. Estamos praticamente consolidados com Ricardo Coutinho. Queremos estender o governo de sucesso de João Pessoa ao Estado da Paraíba", disse.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.