Benjamin Maranhão confirma conversa com Ricardo Coutinho

O deputado federal Benjamin Maranhão, presidente do partido Solidariedade na Paraíba, confirmou hoje, durante entrevista ao programa Tambaú Debate na Nova Tambaú FM ter se encontrado recentemente com o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), com quem tratou de temas administrativos e também políticos. A conversa, aliás, serviu para uma sinalização de apoio:
 
"O Solidariedade é indepedente e eu não posso me recusar a conversar com as lideranças políticas. O governador, claro, quer apoios para a eleição, mas não fechamos nada. Não batemos o martelo. Também não descartamos. É muito cedo para qualquer definição sobre a eleição", disse Benjamin, acrescetando que procurou o governo para encaminhar uma reivindicação da população de Rio Tinto. O deputado queria destravar o impedimento feito pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep) à PB 041 que cruza Rio Tinto e que já tinha recursos assegurados de R$ 1,6 milhão. O problema foi resolvido com o auxílio do vice-governador Rômulo Gouveia (PSD).
 
Além de conversar com Ricardo, Benjamin também teve um encontro com o senador Cássio Cunha Lima: "Só quem não me procurou foi Veneziano Vital do Rêgo", alfinetou, dizendo ainda que quem manda no PMDB da Paraíba é o senador Vital Filho.

Cartaxo – A respeito da pressão exercida pelos vereadores sobre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), Benjamin confirmou que a pretensão era abocanhar a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob): "Acreditamos que poderíamos fazer um bom trabalho lá. Os vereadores não queriam um emprego, numa secretaria sem força. Eles queriam dar uma contribuição, mas o prefeito não respondeu e eles decidiram que não querem mais. Mas, continuam apoiando a gestão. Eu também. Nisso tudo, acredito que houve um ganho. Os vereadores perceberam que entre o prefeito e eles, eu estou com eles".
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.