Batinga afirma que Ludgério não tem moral para exigir detalhamento

O deputado estadual Carlos Batinga (PSB) respondeu hoje à tese levantada pelo líder de Oposição, Manoel Ludgério (PDT), de adiar por mais uma semana a votação do pedido de empréstimo feito pelo Governo ao BNDES. Enquanto Ludgério quer realizar uma audiência pública com o secretário Marcos Ubiratan para detalhar mais a matéria, Batinga reagiu e disse que o líder não tinha moral para exigir mais explicações sobre o assunto:

"Essa proposta de Ludgério é incoerente e protelatória. Quando os pedidos de empréstimo do governo de Cássio Cunha Lima chegavam à Assembleia, ele não permitia qualquer discussão. Nem mesmo o Orçamento podia ser discutido. O deputado não tem moral para vir agora fazer esse tipo de cobrança", disse Batinga.

Ele garantiu que a bancada aliada ao governador do Estado, José Maranhão (PMDB), vai continuar a pressão para ver apreciado em plenário nesta terça-feira, 7, o projeto que pede autorização do legislativo para contrair um empréstimo de R$ 191 milhões junto ao BNDES. O dinheiro, de acordo com as explicações oficiais, será usado para compensar as quedas de receita decorrentes da crise econômica.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.