Barco do irmão de Cássio fica à deriva durante regata Recife Noronha

O empresário Savigny Cunha Lima foi resgatado no final da noite de ontem depois de ficar à deriva por cerca de 10 horas em alto mar no barco Acauã. Junto com dois amigos – João Moura e Igor Guimarães – ele participava da regata Recife Fernando de Noronha quando teve problemas na antena de rádio da embarcação e ficou incomunicável desde o final da manhã de domingo. À noite, ele conseguiu mandar uma mensagem de socorro e acabou sendo localizado por volta das 23h30 por dois veleiros enviados pela equipe Salvamar III, de Natal.

Savigny, Igor e João são velejadores experientes e já participavam da regata desde 2005.

A Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha atrai, todos os anos, competidores do Brasil e de várias partes do mundo. Os barcos partiram no dia 19 do Marco Zero, ponto turístico do Recife e seguiram com destino a Fernando de Noronha. São 300 milhas náuticas de percurso, ou 545 km entre céu e mar.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.