Barbosa contesta Ronaldinho e confirma apoio a Ricardo

O secretário de Obras do PAC na Paraíba, Ricardo Barbosa, contestou hoje a crítica feita pelo vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB) que declarou não terem sido destinadas à Rainha da Borborema as obras que o município mereceria por sua importância política, econômica e demográfica. Em entrevista ao Tambaú Debate, da TV Tambaú, Barbosa afirmou que a cidade tem várias obras da gestão de Ricardo Coutinho, cujo valor total soma R$ 100 milhões.
 
"Muito está sendo feito por Campina Grande. O que é diferente atualmente é que não há uma destinação discricionária [aquele praticado com liberdade de escolha de seu conteúdo, do seu destinatário, tendo em vista a conveniência]. O Governo pensa em todo o Estado e não apenas neste ou naquele município, como aconteceu no passado. Há um total de R$ 100 milhões investidos atualmente em Campina Grande e vamos iniciar outra grande obra, o Parque Bodocongó, que importa em mais R$ 35 milhões", disse Barbosa.
 
Ao ser questionado sobre sua ligação política e afetiva com o grupo Cunha Lima, o secretário disse que se orgulha da proximidade com a família, mas que sua indicação ao Governo não foi feita por Cássio. Mais que isso, Ricardo Barbosa adiantou que, se houver rompimento entre Cássio e Ricardo Coutinho, permanecerá ao lado do governador:
 
"Eu torço pela manutenção da aliança e lembro os argumentos que Cássio Cunha Lima citou para explicar a celebração da aliança firmada em 2010. Ele dizia que era necessário fazer mais pelo desenvolvimento da Paraíba e isto efetivamente está sendo feito. Então, caso haja um rompimento, eu ficarei ao lado do governador Ricardo Coutinho. Não dá para comparar a Paraíba de agora com a Paraíba de outras épocas", comentou o superintendente da Suplan.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.