Alexandre Moura


Autorizado pelo Banco Central

O BC – Banco Central do Brasil autorizou a “fintech brasileira Nubank” (um “Banco Virtual”, ou seja, não tem agências físicas) a disponibilizar para seus clientes a possibilidade de saques em caixas eletrônicos e também, liberou “a função débito para os cartões emitidos pela fintech, e atrelados à denominada Nuconta”. Inicialmente, o novo sistema será testado por 10 mil clientes do Nubank ao custo de R$ 6,50 por operação (cobrados quando os clientes fizerem saques nos caixas eletrônicos da rede “Banco 24 horas”). Desde o início deste ano, a Nubank já tinha autorização do BC para funcionar como um banco de varejo com, praticamente, todos os serviços oferecidos por um “banco tradicional”. Agora com esta nova autorização, este tipo de empresa passa a disputar o mercado como qualquer outro banco instalado no país. Certamente será uma revolução. É aguardar o impacto que teremos na forma de fazer “negócios financeiros” no Brasil.

Seguro Digital

A revolução digital na forma de fazer negócios atinge todos os segmentos da economia, como vimos no tópico acima, sobre bancos. Agora chegou a vez do setor de seguros. A empresa brasileira “Thinkseg fechou parceria com uma seguradora internacional com o objetivo de oferecer o primeiro seguro Pay-Per-Use (pague pelo uso) para automóveis do Brasil”. O foco é o consumidor que já “está acostumado” a comprar pela Internet e que ainda não tinha uma opção de adquirir este tipo de produto de forma digital. A ideia é que o cliente, segundo os diretores da empresa, “pague uma assinatura mensal somada a um valor variável de acordo com a utilização do carro”, modelo semelhante ao utilizado no “aluguel” de filmes e jogos de futebol nas TVs por assinatura e na venda de serviços de telefonia celular.

“Conexão Startup Brasil”

A ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, juntamente com o MCTIC – Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a SOFTEX e o CNPq, lançaram recentemente o “programa Conexão Startup Brasil”. O objetivo do programa “é melhorar e aumentar, a geração de ideias das startups brasileiras”. O “Conexão Startup Brasil” terá três etapas. Na primeira etapa serão escolhidas 100 Startups para as quais serão disponibilizados R$ 20 mil visando auxiliar num investimento inicial na ideia apresentada. Na segunda, as 50 empresas que apresentarem melhores resultados terão disponíveis mais R$ 30 mil para continuar o desenvolvimento de seu produto e/ou serviço e na terceira e última etapa, as 25 Startups que estiverem com suas soluções mais desenvolvidas, receberão um investimento final de R$ 100 mil. Ideia excelente!

Realidade Virtual

O aplicativo “99 Táxi” planeja utilizar “tecnologia de realidade virtual para o treinamento de motoristas”. A ideia dos gestores da plataforma de mobilidade é dar treinamento sobre segurança e divulgar através de um sistema utilizando óculos de realidade virtual “as funcionalidades para proteção pessoal já disponível no aplicativo 99 Táxi, como a Central de Segurança que funciona nas 24 horas do dia durante todo ano” e que muitos dos profissionais desconhecem, ou não sabem de todas as funcionalidades disponíveis, a exemplo do “botão de pânico” e a integração com câmeras que estejam instaladas nos carros.

Comentários