Atraso em repasse de verba ameaça projeto de Irmã Dulce

 A instituição responsável por gerenciar o trabalho social fundado por Irmã Dulce (1914-1992) afirma que precisa administrar constantes atrasos no recebimento de recursos estatais.

 
Amanhã, uma missa em Salvador com a presença da presidente Dilma Rousseff celebrará a beatificação de Irmã Dulce.
 
As Osid (Obras Sociais Irmã Dulce), que administram um hospital e dois postos de saúde em Salvador, sobrevivem com verbas do Fundo Nacional de Saúde.
 
Os recursos, no entanto, são enviados primeiro à Prefeitura de Salvador, que os repassa à associação. Segundo as Osid, os atrasos nestes repasses ameaçam as 4.000 consultas médicas diárias realizadas nas três unidades.
 
O superintendente da instituição, José Eduardo Acedo, afirma que os quase R$ 8 milhões relativos às despesas de abril do hospital Santo Antônio –criado por Irmã Dulce em 1949– ainda não foram pagos, embora o Ministério da Saúde já os tenha depositado para a prefeitura.
 
Para enfrentar o problema no fluxo de caixa, a associação diz que recorre frequentemente a empréstimos bancários, arcando com juros.
 
Já em relação aos postos de saúde, a administração municipal deixou de pagar cerca de R$ 7 milhões em 2010, conforme Acedo. O valor foi parcelado e agora está sendo pago mensalmente.
 
Segundo a entidade, os atrasos continuam em 2011. Cerca de R$ 620 mil referentes aos serviços prestados em um dos postos em março, ainda não foram pagos, diz Acedo. A prefeitura nega.

OUTRO LADO
 
A Secretaria Municipal de Saúde afirmou que os atrasos se devem a um deficit de R$ 6 milhões na verba mensal enviada pelo ministério.
 
A assessoria disse ainda que o "subfinanciamento" da saúde em Salvador será discutido com o Ministério da Saúde na próxima terça-feira, com a presença de Maria Rita Pontes, presidente das Osid e sobrinha da freira.
 
Posteriormente, a assessoria de comunicação da secretaria negou os atrasos.
 
O Ministério da Saúde afirma que a prefeitura tem cinco dias úteis para repassar os recursos aos prestadores de serviço, sob pena de suspensão das transferências. Disse ainda que a verba de abril foi depositada no dia 4 de maio.
 
 
Folha Online
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.