Assessoria Militar do MP terá nova composição

A Assessoria Militar do Ministério Público da Paraíba terá uma nova composição, a partir da próxima semana. O procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, esteve em audiência com o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, na manhã desta segunda-feira (10), para discutir a reestruturação da assessoria.
   
Segundo o procurador-geral, a Assessoria Militar terá uma redução de 20% no quadro. “Atualmente a assessoria é composta por 21 membros da Polícia Militar, sendo 18 praças e três oficiais. Agora serão 13 praças e três oficiais, sendo dois militares e um bombeiro”, informou Oswaldo Filho. Ele acrescentou que a estrutura do Grupo de Atuação Especial contra do Crime Organizado (Gaeco) será mantida.
   
O procurador disse ainda que, quanto à segurança patrimonial, vai esperar o instrumento normativo do Governo do Estado para convocação dos policiais reformados. “Vamos esperar esse instrumento, que pode ser um decreto, uma medida provisória ou uma lei para convocação dos reformados. O Ministério Público pagará uma gratificação a eles que farão a segurança dos prédios”, informou.
   
De acordo com Oswaldo Trigueiro, a reestruturação da assessoria se deve ao decreto do governador requerendo o retorno dos policiais para os batalhões e a repactuação com os poderes e instituições quanto aos policiais que formam as assessorias. “Houve uma revogação das assessorias para uma nova feitura, estamos dando este gesto para a redução e, a partir da semana que vem, vai funcionar com nova composição”, concluiu.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.