Assembleia realiza sessão itinerante em Bananeiras

Localizada há 141 km de João Pessoa, na região do Brejo paraibano, considerada cidade turística, destacando-se a Cachoeira do Roncador, com clima de montanha, temperatura média em torno de 10°C, na época de inverno, a cidade de Bananeiras viveu uma semana de festa, marcada pela inauguração de várias obras e a realização de uma sessão itinerante da Assembleia Legislativa, na da tarde de hoje, em comemoração ao aniversário de 130 anos de emancipação política do município. A sessão foi proposta pela Mesa Diretora do Poder Legislativo e aconteceu no Espaço Cultural Oscar de Castro.

A prefeita Marta Ramalho, DEM, que ocupa o cargo já em segundo mandato, destacou a entrega de várias obras. Entre elas, o Museu Semeão Cananéa, na antiga casa do chefe da estação, a entrega de casas populares, pavimentação de 19 ruas no conjunto Major Augusto Bezerra e da escola do Jaracatiá, na zona rural de Bananeiras.

O deputado estadual Manoel Ludgério, que representou o presidente Arthur Cunha Lima (PSDB), destacou que a presença do Poder Legislativo Estadual em Bananeiras, além de homenagear a cidade, teve o mérito de prestigiar a terra de deputados que passaram pela Casa, “deixando sua marca de eficiência e combatividade, a exemplo de Sólon de Lucena, coronel José Antônio da Rocha, Pedro de Almeida, Humberto Lucena, Orlando Cavalcanti de Melo, Clóvis Bezerra Cavalcanti, Severino Ramalho Leite e Afrânio Atayde Bezerra Cavalcanti”, justificou ele.

O superintendente do SEBRAE, Júlio Rafael, o Conselheiro aposentado do Tribunal de Contas, Juarez Farias e o escritor Alírio Trindade Leite foram homenageados com a Medalha Escritor Edilberto Coutinho, todos eles com relevantes serviços prestados nas social, da educação e cultural do município de Bananeiras

Participaram da sessão, os deputados Zenóbio Toscano (PSDB), Jacó Maciel (PDT), Manoel Ludgério (PDT), Antonio Mineral (PSDB), a prefeita Marta Ramalho, ex-deputado Ramalho Leite, o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Arnóbio Viana, o Superintendente do SEBRAE – Paraíba, Júlio Rafael, professora Ângela Bezerra de Castro, representante da Academia Paraibana de Letras, vereadores e secretários do município de Bananeiras.

A prefeita Marta Ramalho mandou fixar uma placa, na entrada do Espaço Cultural Oscar de Castro, de agradecimento ao Presidente Arthur Cunha Lima, pela instalação da Assembleia Legislativa, em sessão itinerante, em homenagem ao aniversário da cidade. “A presença da Assembleia Legislativa aqui em Bananeiras, nessa data, é um feito histórico para a cidade e faço questão de deixá-lo registrado para a eternidade”, destacou.

Bananeiras

Distrito criado com a denominação de Bananeiras, pela lei provincial nº 5, de 26 de maio de 1835. Elevado à categoria de vila com a denominação de Bananeiras, pela resolução do conselho do Governo e sede municipal de 09 de maio de 1833. Instalado em 10-10-1833.

Até 1822, Bananeiras pertenceu à jurisdição da vila de São Miguel da Baía da Traição, passando em seguida ao termo de Areia.

A colonização das terras do atual município de Bananeiras iniciou-se na segunda ou terceira década do século XVII. Dentre os primitivos povoadores do lugar destacam-se os nomes de Domingos Vieira e Zacarias de Melo, moradores em Mamanguape, aos quais foram concedidos sesmarias, em 1716.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.