Após encontro com Lula, saída de Santiagos do PMDB é certa

O ex-senador Wilson Santiago teve sua condição definida como "com um pé praticamente fora das hostes peemedebistas da Paraíba" por sua assessoria em texto distribuído depois do encontro mantido por Santiago e pelo deputado federal Wilson Filho (PMDB) com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), hoje à tarde, em São Paulo. Na conversa, os paraibanos trataram do ingresso em outra sigla partidária que integre a base aliada do governo da presidente Dilma Rousseff (PT), no Congresso Nacional.
 
O encontro com o ex-presidente da República foi agendado pelo próprio Lula, por telefonema que fez para Wilson Santiago, ao final da tarde de ontem (24), e contou com a presença do deputado federal Wilson Filho (PMDB), que seguirá o pai aonde quer que ele queira ir, em termos político-partidários.
 
O ex-senador vem se queixando, de há muito, de que seu projeto político vem passando por um processo de minimização nas instâncias de comando do PMDB paraibano, e tem externado isso, publicamente, sem utilizar-se de meias-palavras que possam encobrir as dificuldades de convivência entre ele, o filho-deputado e o ex-governador José Maranhão, em especial.
 
Com um histórico de atuação por 21 anos no PMDB paraibano, Wilson Santiago diz lamentar ter que se desvincular dos quadros da legenda, não apenas por pelo bom-relacionamento que mantém com determinados líderes da Paraíba, como também com expressivas figuras da representação nacional do partido, a exemplo do senador José Sarney e do vice-presidente da República, Michel Temer.
 
Nos entendimentos que hoje manteve com o ex-presidente Lula, o ex-senador paraibano falou do assédio com que tem sido distinguido, nos últimos dias e na Paraíba, por parte de chefes partidários interessados em sua filiação, chegando mesmo a citar os casos de representantes exponenciais do PSB, do PDT, do PTB e do PT da presidente Dilma – neste caso, o convite lhe foi feito pelo próprio Lula, com quem Santiago se relaciona, amistosamente, desde o ano de 2003.
 
Segundo a assessoria do ex-senador, o encontro de hoje serviu, principalmente, para maturar a idéia de Santiago em construir um outro futuro político e partidário, no estado, a que acorrerão, por certo, todas as bases eleitorais que lhe dão sustentação na Paraíba.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.