Após bateria de exames em São Paulo, Dilma detecta pneumonia

A presidente Dilma Rousseff está com uma pneumonia "leve". O diagnóstico foi confirmado à Folha pelo cardiologista Roberto Kalil Filho, seu médico particular.

 
Dilma Rousseff chegou ontem a São Paulo e passou por exames no hospital Sírio-Libanês. Hoje, passou por nova avaliação. Segundo Kalil, ela foi medicada com antibióticos e liberada.
 
"A presidente está bem. Ela já tinha uma avaliação agendada para a próxima semana, mas como começou a se sentir febril e decidiu adiantar os exames", explicou o cardiologista.
 
Segundo ele, Dilma poderá trabalhar normalmente amanhã. "Ela fez todos os exames e está tomando antibióticos. Estará bem para trabalhar amanhã", disse.
 
Embora a bandeira do Palácio do Alvorada esteja arriada, num sinal de que a presidente não está no Distrito Federal, a assessoria de plantão da Presidência afirmou, em um primeiro momento, que ela continuava em Brasília. Depois, no entanto, o secretário de Imprensa da Presidência, José Ramos, confirmou que a presidente estava em São Paulo.
 
Dilma apresenta sinais de gripe desde a volta da viagem a China. Para se recuperar, ela evitou expediente no Palácio do Planalto. Na sexta-feira, passou o dia inteiro na residência oficial sem receber autoridades.
 
 
Folha Online
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.