Ao vivo, Alexandre Garcia ameaça deixar a CNN Brasil: ‘Não sei se volto’

O comentarista da CNN Brasil Alexandre Garcia foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta quinta-feira (6) após sua participação no telejornal “Novo Dia“, da emissora.

Durante o quadro “Liberdade de Opinião”, o jornalista defendeu que o presidente Jair Bolsonaro tem “todo o direito” de editar um decreto proibindo governadores e prefeitos de decretarem restrições de circulação para o controle do coronavírus.

Na sequência, o âncora Rafael Colombo respondeu: “Mas na Constituição tem o direito à vida também, né Alexandre? Os governadores e prefeitos não estão tentando garantir o direito à vida?”.

Após o questionamento, o comentarista ficou mudo e Colombo pensou que havia algum problema técnico e se despediu: “Valeu Alexandre, a gente volta a conversar amanhã”. No entanto, Garcia voltou a falar e respondeu: “Eu não estou sendo entrevistado”. Depois, o jornalista afirmou que “não sabia” se voltaria ao programa no dia seguinte.

Nas redes sociais, internautas comentaram que a fala de Garcia pareceu um pedido de demissão:

VEJA TAMBÉM

1 comentário

  • LUIS EVANDRO SANTOS DE SA
    20:50

    Alexandre Garcia está em estado avançado de senilidade. A CNN já deveria ter afastado para tratamento médico permanente. No vídeo, ficou meia hora paralisado quando o colega jornalista lhe colocou numa sinuca de bico, por conta de suas mentiras e fake news. Mas está sendo assessorado e com medo da CPI da pandemia, pois já excluiu centenas de vídeos onde defende a cloroquina, se posiciona contra as medidas de combate à pandemia como o uso de máscaras, evitar aglomeração etc. Mas nada que não seja coerente com alguém que já foi porta-voz de presidente da república na ditadura militar (1964/85). Só mudou o nome para quem presta o serviço de porta-voz.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.