Antônio Mineral detona sobrinho que aderiu a José Maranhão

A divulgação da adesão de seus sobrinhos Gilson e Almir ao projeto de reeleição do governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB) causou irritação ao deputado Antônio Mineral (PSDB). Ele disse que tanto o ex-prefeito de Areia de Baraúnas quanto do vereador de Patos já faziam parte do bloco do PMDB e acrescentou que Gilson teria indicado a sogra para um cargo no Governo:

– A sogra de Gílson, dona Antonieta, tem um cargo de assessoria no Estado. Não poderia ser ele porque ele foi prefeito de Areia de Baraúnas e cometeu irregularidades, tem vários processos, ele é condenado e nem eleitor ele é. Eu não fiquei preocupado porque isso não é de hoje. Mas, Maranhão não tem adesões fortes.

Já o vereador Almir Mineral atribuiu a uma simbólica embriaguez do tio as declarações dadas em relação ao apoio:

– Mineral está embriagado com alguma coisa ruim que acompanha ele. Eu não sei bem o que foi porque ele não teve a coragem de me ligar e dizer o que está se passando. A pessoa que ele mais detesta não é Maranhão, mas Ricardo Coutinho.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.