Aniversariante do dia, Bolsonaro rejeita água oferecida por “ministeriável” paraibano

O deputado federal Jair Bolsonaro comemora hoje seus 63 anos de vida. Nesta data, o vice-presidente de seu partido na Paraíba, Rui Galdino, fez duas afirmações contraditórias durante participação no programa Paraíba Notícia, da Rádio Arapuan FM pela manhã. Primeiro, disse que o dirigente estadual do PSL, Julian Lemos, desfruta da confiança do presidenciável de extrema-direita a ponto de comandar a sigla e as atividades do parlamentar em todo o Nordeste. Mais que isso, seria um dos “ministeriáveis” caso o deputado vencesse a eleição presidencial. Depois, provocado por um dos apresentadores do programa, Adelton Alves, confirmou um episódio que põe em xeque o que o próprio Galdino acabara de contar.

Adelton perguntou se era verdade que Bolsonaro havia recusado um copo de água mineral oferecido a ele por Julian Lemos, que coordenava a segurança de um evento partidário em Recife.

“Disseram que Julian chegou com um copinho de água mineral, ofereceu a Bolsonaro, mas ele mandou Julian beber primeiro. Isso foi verdade, Rui?”, indagou o comunicador.

“Foi verdade. Mas, hoje em dia é preciso que a gente tenha muitas precauções. Bolsonaro não anda de helicóptero, nem de avisão fretado porque ele tem medo. Você vê por aí os russos com medo de serem envenenados. Isso é normal. Sabia que poucos mililitros de Coca Cola na turbina de uma aeronave podem fazer ela cair? É um perigo!”, disse Galdino.

1 comentário

  • Irineu Migotto
    09:41

    Bolsonaro fez o correto…

Comentários