Anísio critica Efraim Filho e chama adesistas de corruptos

A audiência pública realizada ontem à noite no auditório da OAB da Paraíba pelo deputado federal Efraim Filho (DEM) para debater a Reforma Política mereceu hoje um comentário crítico do deputado estadual Anísio Maia (PT). Ele disse que o público presente ao evento foi pequeno e atribuiu o fato à presença do democrata, único paraibano indicado como titular na Comissão de Reforma Política.

– Não é boa ideia trazer um democrata para debater a Reforma Política. Só se for para atrasar porque os democratas sempre representaram o que há de mais atrasado na política brasileira. Até a eleição indireta eles defenderam. Fica difícil saber o que de positivo pode vir desse partido, que defenderam as multinacionais e foram contra as eleições diretas. Por isso, eu fiz uma ironia: se tivessem escolhido melhor o palestrante, se fosse uma pessoa mais progressista, o público seria melhor. O partido onde ele [Efraim Filho] está alojado, tem feito um péssimo trabalho para o Brasil.

Outro assunto abordado por Anísio Maia foi o processo de adesão em curso na Assembleia Legislativa em direção ao bloco governista. O petista, um dos maiores críticos da gestão do PSB no Governo do Estado, foi duro ao tratar da aproximação de colegas da oposição com o bloco governista:

– Tem corruptor porque tem corrupto. Só tem adesista porque tem governo praticando adesismo.

Ao ser indagado se os adesistas seriam corruptos, ele disparou:

– Na política, uma coisa e outra fazem o mesmo mal. O adesista é um corrupto às escondidas.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.