Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Aneel mantém bandeira tarifária verde para conta de energia em março

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O consumidor não pagará taxa extra sobre a conta de luz em março. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) manteve a bandeira verde para o próximo mês para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

A conta de luz está sem essas taxas desde o fim da bandeira de escassez hídrica, que durou de setembro de 2021 até meados de abril de 2022. Segundo a Aneel, na ocasião a bandeira verde foi escolhida devido às condições favoráveis de geração de energia, com os reservatórios das usinas hidrelétricas em níveis satisfatórios.

Caso houvesse a instituição das outras bandeiras, a conta de luz refletiria o reajuste de até 64% das bandeiras tarifárias aprovado em junho de 2022 pela Aneel. Segundo a agência, os aumentos refletiram a inflação e o maior custo das usinas termelétricas neste ano, decorrente do encarecimento do petróleo e do gás natural nos últimos meses.

Bandeiras

Criadas em 2015 pela Aneel, as bandeiras tarifárias refletem os custos variáveis da geração de energia elétrica. Divididas em níveis, as bandeiras indicam quanto está custando para o SIN gerar a energia usada nas casas, em estabelecimentos comerciais e nas indústrias.

Quando a conta de luz é calculada pela bandeira verde, não há nenhum acréscimo. Quando são aplicadas as bandeiras vermelha ou amarela, a conta sofre acréscimos, que variam de R$ 2,989 (bandeira amarela) a R$ 9,795 (bandeira vermelha patamar 2) a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Quando a bandeira de escassez hídrica vigorou de setembro de 2021 a 15 de abril de 2022, o consumidor pagava R$ 14,20 extras a cada 100 kWh.

O Sistema Interligado Nacional é dividido em quatro subsistemas: Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte. Praticamente todo o país é coberto pelo SIN. A exceção são algumas partes de estados da Região Norte e de Mato Grosso, além de todo o estado de Roraima.

Atualmente, há 212 localidades isoladas do SIN, nas quais o consumo é baixo e representa menos de 1% da carga total do país. A demanda por energia nessas regiões é suprida, principalmente, por térmicas a óleo diesel.

 

 

 

Por Agência Brasil

Foto: Agência Brasil/Arquivo

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Banco do Nordeste nomeia novo superintendente na Paraíba

Prefeito paraibano fala de “infelicidade” de ter filhos autistas e servidora acrescenta: “São doidos”

Anteriores

7efa1fa809712137e62ae45fe4983881

Desembargadora rejeita recurso do PSOL do “L” e prevê plenária obrigatória

WhatsApp Image 2024-07-17 at 17.42.21

Sebrae participa da realização da Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba em Cuité

CelestEpitacioPessoa_fotoGilbertoFirmino-34-scaled

Celest abre inscrições para mais de 700 vagas nos cursos de línguas estrangeiras neste sábado

prova

Prefeitura de Princesa Isabel abre inscrições para concurso nesta quarta

aumento_gazolina_rj_0506202742

MPPB recomenda Procon-CG autuar distribuidores e postos de combustíveis que estão descumprindo reajuste da Petrobras

WhatsApp Image 2024-07-17 at 13.35.57

Presidente da FPF-PB vai ser a chefe da delegação da seleção brasileira feminina nas Olimpíadas

Design-sem-nome-2024-07-17T135326.590

Caminhão de frutas tomba e deixa motorista ferido em Santa Luzia, no Sertão da Paraíba

WhatsApp Image 2024-07-17 at 15.32.09

Servidores do INSS rejeitam proposta do governo e continuam em greve

Canal-Solar-GECEX-revoga-mais-de-200-ex-tarifarios-de-equipamentos-fotovoltaicos-1-1

Procon-JP notifica Energisa após repasse de imposto sem aviso prévio em contas residenciais

c0a22336-d208-353e-23f3-db117e4760eb

PSB e Republicanos de Sobrado realizam convenção dia 21 para homologar nomes de Guilherme Coelho e Marlon Brand