Anastácio diz que ausência do governador na Assembléia foi desrespeito

O deputado estadual Frei Anastácio (PT), disse hoje que a ausência do governador Ricardo Coutinho na abertura dos trabalhos da Assembléia Legislativa, sem um motivo justo, mostra o desrespeito que o chefe do executivo tem em relação aos poderes do estado.

 “Ele mandou dizer que havia trabalhado muito, na preparação da mensagem ao Poder Legislativo, e estava eufórico, por isso não pode participar da abertura dos trabalhos. Será que ele preparou tudo com a boca?”, criticou o parlamentar.

Frei Anastácio elogiou a atitude do presidente da Assembléia Legislativa, Ricardo Marcelo, que em sinal de protesto à ausência do governador, se retirou do plenário juntamente com o segundo secretário da Casa, deputado Arnaldo Monteiro.

 “Essa ação do presidente da Assembléia mostra, mais uma vez, que ele é um homem digno de assumir o cargo que ocupa. Assume um papel de magistrado que zela pelo poder  que representa. Eu fui pessoalmente ao gabinete dele parabenizá-lo pela atitude e prestar todo meu apoio”, afirmou Frei Anastácio.

O petista disse que a não ida do governador à Assembléia, mostra que ele não tem equilíbrio para enfrentar as insatisfações do funcionalismo estadual e até mesmo da própria base governista no poder legislativo.  “O governador sabia que iria haver protestos  e muita vaia contra ele durante o pronunciamento e, por isso, não compareceu”, disse.

Trabalhos na Assembléia

Frei Anastácio também falou sobre o que espera dos trabalhos na assembléia este ano. Segundo ele, é preciso que a mesa-diretora do Poder Legislativo monte um projeto estratégico para que os trabalhos não sofram prejuízos com o ano eleitoral. “Precisamos votar as matérias, sem deixar nada acumulado e promover debates de qualidade na Assembléia Legislativa. Para isso, será preciso uma pauta positiva com colaboração de todos os parlamentares” destacou.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.