Amigos negros denunciam racismo em livraria de João Pessoa; veja

Dois jovens negros denunciaram através das redes sociais a prática de racismo na Livraria Leitura do Mangabeira Shopping. Lucas Mendes e Ana Dindara lavraram um boletim de ocorrência para denunciar que teriam sido constrangidos ao entrar no estabelecimento na quarta-feira, 2, para comprar alguns livros e material de papelaria quando foram seguidos por um funcionário. Segundo ambos, a abordagem se deu pelo fato de serem negros.

Em um longo relato nos stories (vídeos abaixo), eles ainda contaram que o coordenador da loja, Felipe Hamurabi, usou a colocação “porque pessoas iguais a vocês tem esse perfil mesmo, é normal”.

Dindara ainda completou falando que o funcionário tentou ir para cima dela, num movimento que sugeriu agressão física, no que teria sido contido pelo coordenador.

Outro lado – O ParlamentoPB entrou em contato com o coordenador da Livraria Leitura do Mangabeira Shopping, Felipe Hamurabi, que negou qualquer tipo de constrangimento ou mesmo de racismo no estabelecimento: “Eu atendi os dois clientes e fui muito solícito. Sou negro e se tivesse havido qualquer desrespeito a eles, eu seria o primeiro a defendê-los. Nós temos as imagens do circuito interno de câmeras que podem provar que não houve nada do que os dois jovens estão dizendo. A moça se queixou de um olhar do nosso assistente que ela achou inadequado quando foi abrir a bolsa. É um julgamento subjetivo. O resto, foi uma encenação que eles criaram. Eu nunca disse que era normal que as pessoas negras fossem observadas dentro da loja e temos como provar. Como eles registraram um boletim de ocorrência, isso será demonstrado no processo, mas quero ressaltar que não houve e nem há práticas racistas dentro do nosso estabelecimento”, assegurou o funcionário.

2 comentários

  • Paulo
    15:59

    Também não acredito nisso não, agora tudo é racismo e discriminação…

    • Edivaldo Lira
      15:59

      Nao me surpreende que as pessoas queiram sempre amenizar a doença do racismo… quem vivência na pele sabe o que passa… e quanto mais escura a pele, mais forte… minha cor foi agredida… tamo junto.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.