Agência do Banco do Brasil é interditada depois de denúncia de sindicato

A agência do Banco do Brasil no bairro da Torre foi interditada hoje pela Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que acatou denúncia do Sindicato dos Bancários da Paraíba.

A agência, que estava em reforma antes da daflagração da greve nacional dos bacários, não teve os serviços concluídos em tempo hábil e o expediente ao público ficou comprometido pela execução das obras. Mesmo assim, a unidade do banco continuava funcionando.

Porém, nesta segunda-feira, parte do forro de gesso caiu, justamente entre duas ilhas de trabalho, momentos antes da abertura do expediente ao público. Segundo o Sindicato dos Bancários, por pouco, não atingiu os funcionários que se preparavam para receber a clientela, no segundo expediente após os 16 dias de greve da categoria.

Ao tomar conhecimento do fato, o presidente do Sindicato dos Bancários Marcos Henriques e Marcelo Alves (secretário geral da Entidade), estiveram no local e solicitaram a intervenção da Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego, que agiu de imediato.

Para Marcos Henriques, a direção do BB deveria ser mais criteriosa ao determinar a execução de uma reforma, levando em consideração o bem estar e a segurança das pessoas. "É uma falta de respeito executar serviços nas agências, expondo funcionários, clientes e usuários à doenças e à falta de segurança. Ainda bem que, mesmo não colocando as pessoas em primeiro lugar, o pior não chegou a acontecer; senão, teríamos que tomar medidas mais drásticas contra essa irresponsabilidade do Banco do Brasil", concluiu.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.