Aeroportos da Paraíba receberão R$ 131,6 mi

Os sítios aeroportuários de Patos, Monteiro e Campina Grande, no Estado da Paraíba, foram contemplados no Programa de Investimentos em Logística: Aviação Regional do governo federal. Ao todo, a região nordestina teve 64 aeroportos incluídos no programa, com um investimento de R$ 2,1 bilhões. Nesse Plano de Aviação Regional, os investimentos previstos para a Paraíba foram de R$ 131,6 milhões.
 
Segundo o secretário de Aeroportos da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC/PR), Nelson Negreiros Filho, os valores destinados aos terminais permitirão a melhoria dos serviços oferecidos aos passageiros que utilizam esses aeródromos.
 
"Quase que semanalmente recebo cobranças do senador Vital do Rêgo e do deputado Hugo Motta sobre o início efetivo das obras. Estou aqui respondendo aos parlamentares e a todos os paraibanos que o processo licitatório para a contratação da empresa que fará os estudos de viabilidade nos aeroportos de toda a região Nordeste está no final e, ainda em dezembro, devem ser iniciados os trabalhos", disse o secretário Nelson Negreiros.
 
Somente após o levantamento das necessidades de intervenções nesses sítios aeroportuários é que as obras deverão ser iniciadas. A previsão é que essa etapa comece em maio de 2014.
 
Segundo o secretário, o aeroporto de Campina Grande tem como investimento previsto a recuperação da pista de pouso, de táxi e do sistema de drenagem, ao valor de R$ 9,08 milhões.
 
INVESTIMENTOS VÃO REAPARELHAR, REFORMAR E EXPANDIR O SISTEMA
 
Os planos de investimentos nos aeródromos regionais obedecerão às seguintes fases: diagnóstico da infraestrutura e da gestão, elaboração do programa de necessidades de investimentos, de projetos conceituais e termo de referência de equipamentos.
 
Os projetos promoverão a melhoria, o reaparelhamento, a reforma e a expansão do sistema aeroportuário, tanto em instalações físicas quanto em equipamentos. Depois disso, serão licitadas e iniciadas as obras nos aeroportos contemplados no Plano de Aviação Regional.
 
CAJAZEIRAS AGUARDA HOMOLOGAÇÃO
 
Além das três estações de aeronaves, Cajazeiras ainda aguarda a homologação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). "Já foi firmado convênio com o Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA), sob nossa administração, no valor de R$ 1,2 milhão, para a construção do balizamento noturno, através de recursos oriundos de emenda parlamentar do senador Vital do Rêgo", ressaltou o secretário de Aeroportos.
 
No caso do aeroporto de João Pessoa, está duplicando a capacidade do estacionamento, ampliando os guichês de check-in, esteiras de bagagem e da seção contra incêndio, além de obras de acessibilidade.
 
"A Infraero está estudando o projeto de ampliação do aeroporto, que é uma obra importante tanto para o terminal quanto para os passageiros que embarcam e desembarcam na capital paraibana", declarou Nelson Negreiros Filho.
 
Ainda, segundo o secretário de Aeroportos, o aeroporto Castro Pinto foi incluído como prioritário para receber novas pontes de embarques, ainda em 2014. Serão instalados túneis (conhecidos mais comumente como "fingers") do modelo ELO, semelhantes aos dos terminais elevados – onde o passageiro não precisa pegar um veículo ou mesmo caminhar sob o sol, chuva ou vento.
 
Desenvolvidos pela Infraero com a empresa brasileira Ortobras, os equipamentos ELO contam com elevadores para portadores de necessidades especiais ou pessoas com dificuldades de locomoção.
 
Jornal da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.