Advogado, vereador e família de vítimas têm audiência hoje com Gominho

O advogado Ricardo Sérvulo, que representa a família de Fancisco, Mateus e Antônio Ramalho, mortos em um acidente automobilístico causado pelo estudante João Paulo Guedes Meira, informou hoje ao Parlamentopb que irá, junto com o vereador Ubiratan Pereira (PSB) e os familiares das vítimas para um encontro às 15h30 de hoje na Secretaria de Segurança e Defesa Social, com o titular da Pasta, Gustavo Gominho. Eles vão pedir que o secretário cobre mais empenho das polícias para prender o estudante, que está foragido.

"As informações que temos são de que João Paulo, embora pronunciado no crime e com mandado de prisão preventiva contra si, continua em liberdade e mantendo seu cotidiano. Isso tudo porque a polícia não se esforçou para prendê-lo. Não consideramos que seja justo e vamos cobrar providências", disse o advogado.

Fancisco Ramalho, de 46 anos; Mateus Ramalho, de 16; e Antônio Ramalho, de 56, são parentes do cantor Zé Ramalho e morreram em maio de 2007 em um cruzamento da avenida Epitácio Pessoa quando João Paulo, apresentando sinais de embriaguez, colidiu seu carro com o automóvel onde estavam as vítimas.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.