Advogado de Dinaldinho não vê crime em uso de carro da prefeitura pela primeira-dama

O advogado Aécio Farias, representante jurídico do prefeito afastado de Patos, Dinaldo Filho, comentou na tarde de hoje a decisão do Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba que, por unanimidade, recebeu a denúncia contra o ex-gestor e sua esposa, Mirna Wanderley, que teriam, em tese, utilizado indevidamente bem público em proveito próprio no exercício financeiro de 2018. O relator da Notícia-crime de nº 0000332-46.2015.815.0000 foi o desembargador Carlos Martins Beltrão Filho.

Para Aécio, não houve crime no uso do veículo pela primeira-dama. De acordo com os autos, ela teria utilizado o carro locado pela prefeitura para se deslocar até Cacimbas, onde trabalhava como médica. O advogado, aliás, alega que Mirna estava exercendo duas nobres missões quando conduziu o automóvel.

“A defesa do Prefeito de Patos, Dinaldo Medeiros Wanderley Filho, recebe com tranquilidade a notícia do recebimento da denúncia pelo Tribunal de Justiça da Paraíba e, com essa mesma tranquilidade, acredita que, ao final do processo, será absolvido.

É sempre bom esclarecer que não houve qualquer julgamento acerca do mérito, tendo o desembargador relator ressaltado que as inúmeras provas do alcaide serão analisadas ao final, que é o momento adequado.

A defesa enxerga que não há crime no ato da primeira-dama em conduzir o veículo da prefeitura com duas nobres missões: o Conselho Municipal de Combate à Pobreza e prestar assistência médica de urgência a quem necessitava, pondo, inclusive, sua própria vida em risco.

Aguardemos o deslinde.

Aécio Farias Filho”.

TJ acata denúncia contra Dinaldinho e esposa

Advogado de Dinaldinho não vê crime em uso de carro da prefeitura pela primeira-dama

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.