Ações que pedem cassação de Batinga e Guilherme entram em pauta hoje

Constam na pauta da sessão de hoje à tarde no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) o julgamento das ações que pedem os mandatos dos deputados estaduais Carlos Batinga e Guilherme Almeida por infidelidade partidária. Ambos os processos foram impetrados pelo PSB, partido do qual ambos os parlamentares se desfiliaram para ingressar no PSC. O relator de ambos os casos é o juiz Carlos Sarmento, o mesmo da ação contra Nivaldo Manoel, que teve o mandato cassado por infidelidade partidária no dia 5 de abril.

Em meados do mês, Carlos Batinga chegou a reclamar de suposto cerceamento de defesa porque o relator negou o pedido de seus advogados para incluir a oitiva de testemunhas no processo. Sarmento alegou que os fatos narrados no processo já são suficientes para explicar o mérito da causa.

Tanto Batinga quanto Guilherme Almeida trocaram o PSB pelo PSC em outubro do ano passado com a mesma queixa. Eles alegaram que tinham justa causa para a desfiliação porque o presidente do PSB, Ricardo Coutinho, pretendia, àquela época, firmar aliança com o PSDB e o DEM. Os deputados eram mais ligados ao governador José Maranhão (PMDB) e pretendiam manter-se no arco de alianças do peemedebista.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.