Onivaldo Júnior

Onivaldo Júnior é formado em Jornalismo e Música pela Universidade Federal da Paraíba, com mestrado em Educação Musical também pela UFPB. Professor particular de canto, professor de Artes em duas escolas do Município de João Pessoa e maestro do Mosaico Coral.


A paraibana que zerou o BBB

Quando estreou a 21ª temporada do Big Brother Brasil, ninguém imaginava que uma participante iria superar as expectativas de popularidade junto ao público, como aconteceu com a paraibana Juliette Freire, advogada e maquiadora, natural de Campina Grande e residente em João Pessoa. Com seu carisma que lhe rendeu uma imunidade na primeira semana, dada pelo público em votação, Juliette, em cerca de três meses de competição, conquistou a torcida de anônimos e famosos e ultrapassou a marca dos 20 milhões de seguidores no Instagram, tornando-se a terceira BBB mais popular no aplicativo, perdendo apenas para Sabrina Sato (do BBB3) e Grazi Massafera (do BBB5).

O mais interessante é que, uma vez confinada, ela sequer faz ideia de sua enorme aceitação junto ao público e às marcas que disputam às tapas agregar o nome da paraibana nas suas estratégias de publicidade. Lá dentro da casa do BBB, ela especula quantos seguidores terá ao sair do confinamento, algo estimado entre 700 mil e 3 milhões. Os participantes, presumindo que os que entraram já famosos permanecerão mais populares, entendem que Juliette é a que menos seguidores acumulou junto à torcida, e que Viihtube é a mais famosa dentre os nove finalistas. Na verdade, Viihtube só acumulou 2 milhões de seguidores ao longo do confinamento, já tendo sido ultrapassada por Juliette há algumas semanas.

E isso, ao que parece, anda tirando a paciência do diretor da atração. Boninho, não raro, parece tratar a paraibana com mais rigor do que outros participantes. Ao passo em que Juliette foi punida com a perda de estalecas por beber água no copo errado conforme as regras do programa, Fiuk cometeu exatamente o mesmo erro e não recebeu sequer um alerta de atenção, mesmo tendo o deslize apontado por Caio. Em outro momento, Juliette foi advertida verbalmente pela direção por estar fazendo um tutorial de maquiagem com produtos patrocinadores do programa: “Você é participante, não maquiadora!”, disparou a voz da produção. No entanto,ela é anunciada na vinheta do programa como advogada e maquiadora. Do mesmo jeito que Viihtube é youtuber e promete permutas com empresas parceiras, que Rodolffo é cantor e emplacou seu hit “Batom de Cereja” diversas vezes antes de sua eliminação, que o doutorando Gilberto já deu aulas de economia e que a atriz Carla Diaz interpretou um “dummy” quando voltou de um paredão falso. Nenhum deles foi advertido por agir conforme suas profissões extrínsecas ao jogo.

Curiosamente, dos 20 participantes da edição atual do reality show, Boninho só não segue dois deles no Instagram: o humorista Nego Di, que teria quebrado o contrato ao revelar detalhes dos bastidores da atração, e Juliette, por motivos até então desconhecidos. Especula-se que ele estaria fugindo dos “cactos”, que é o nome dado à torcida da paraibana na internet. Outra teoria é a de que ele está incomodado que o reality se tornou “o programa da Juliette”, e não o BBB, que se tornou pequeno diante da enorme popularidade da maquiadora.

Juliette, simplesmente, zerou o BBB. E sequer foi informada disso.

VEJA TAMBÉM

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.