A homenagem que se completa

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) prestou justa homenagem ao promotor de justiça Francisco Glauberto Bezerra, atualmente diretor geral do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público estadual, conferindo-lhe o título de Cidadão Pessoense. A solenidade aconteceu na tarde da recente terça feira, dia 13, no anexo daquela Casa Legislativa, cujo auditório ficou totalmente tomado por tantas autoridades e amigos que fizeram questão de lá estar, solidarizando-se à homenagem conferida ao Dr. Glauberto.

E como no título destes escritos já chamo a atenção para “a homenagem que se completa”, devo dizer que assim o faço porque a CMJP, reconhecendo o extraordinário trabalho realizado nesta capital por Dr. Glauberto na intransigente (e também sempre racional) defesa do consumidor, já lhe homenageara em 2017, a ele entregando a medalha Cidade de João Pessoa, comenda esta que, aprovada à unanimidade dos vereadores, teve como propositor o vereador Helton Renê. E desta feita, como que completando a homenagem, Dr. Glauberto recebeu o título de Cidadão Pessoense que – de coração e de vivência do dia a dia – ele mesmo, pessoalmente, já sentira ser há muitos anos, tal seu envolvimento e cuidados com as coisas desta cidade e da Paraíba!

Aliás, este reconhecimento de cidadania pessoense a Glauberto deu-se há cerca de vinte e um anos, quando o hoje deputado Hervázio Bezerra, então vereador, fez a propositura que recebeu a aprovação unânime de seus pares. Por isto ressalto que se trata de uma homenagem que se completa. Mais que isto: reforça o que acima escrevi quanto ao fato de que há muitos anos Glauberto Bezerra, por ele mesmo, e de coração, sente-se cidadão pessoense, que, de fato – e também de direito – já o é há pelo menos 21 anos!

Comentários